sexta-feira, maio 28, 2010

Viroses, doenças e infecções infantis


O adorável dormiu bom na quarta e acordou com febre e enjoadinho na quinta. Levei no médico e como não havia nenhum outro sintoma: virose, esse diagnóstico difícil de engolir. Acordou hoje, ou melhor não dormiu, ou melhor não dormimos, não comia nada desde ontem 3 horas da tarde e só no peito esquema lanchinho, e ainda gritava quando pegávamos nele, parecendo estar sentindo muita dor. Levei na pediatra dele e o diagnóstico: estomatite herpética aguda, com lesões em amígdalas e rebordo gengival. Tratamento: analgésico, alimentação mais mole e fria e muuuuita paciência. É uma infecção dolorosa e o bebê sofre muito. E é contagiosa! Como é viral, o contágio é direto, principalmente pela saliva. Aí é que veio minha neura: como sou dentista e mais, agora estou trabalhando com crianças, pensei se não sou eu que estou trazendo esses bichos pra casa?! Penso que sou cuidadosa com limpeza de mamadeiras e afins, laagem de mãos, trabalho paramentada, chego e troco de roupa antes de pegar o adorável. Só não tomava banho antes de pegá-lo. Mas pelo sim pelo não vou começar a tomar. Se houver alguma mãezinha que trabalhe na área da saúde ou que tenha alguma experiência a compartilhar, ajude-me a expurgar a minha culpa! Isso é coisa de criança mesmo ou terei que estagiar com o Dr. Bactéria?!!

Um comentário:

Thais Bessa disse...

Larga de ser paranóica, mas dizer é fácil, neam, já que o nome do meio de toda mãe é... CULPA. Criança fica doente mesmo, estou começando a tentar preparar meu psicológico. Só pensei que as vezes rolava de dispensar a Lazara esses dias, né coitada, tem o netinho dela...

Mais tarde eu ligo pra saber do Bolinha.

Ow, miacabei de rir dessa foto, hahahahahahahahahaha.

Bjos